Blog dos anjos

1001 segredos angelicais para compartilhar

Entendendo as orações não-respondidas

Orações não respondidas

Orações não respondidas – Quando se trata de orações, existe um monte de equívocos e encontrar a informação certa pode muitas vezes ser um desafio. Quando você reza, principalmente quando a oração é para algo específico, pode ser um pouco desolador quando as coisas não acontecem como o esperado.

Neste arrigo vamos explorar diversos tópicos relacionados a oração. Vamos dar uma olhada em orações não respondidas (e porque orações não respondidas não são automaticamente uma coisa ruim), vamos ver o que a Bíblia tem a dizer sobre tal assunto e vamos dar uma olhada em alguns conselhos gerais para as orações.

O que é uma oração?

Antes de nos mergulharmos em responder a pergunta relacionada a orações não respondidas, precisamos entender o que é realmente uma oração. Existem várias correntes de pensamento sobre o assunto, motivo pelo qual precisamos discuti-lo.

Algumas pessoas veem a oração como algo similar a conversar em um microfone com Deus, sendo Ele a pessoa que está ouvindo; outros veem a oração como uma mensagem espiritual que você envia para o Universo.

Não há nada de errado em ver a oração desta forma, mas existe uma descrição mais precisa. Tudo no universo é feito de energia vibracional. Eu, você, a tela onde você está lendo esta mensagem, as estrelas, os planetas, o tecido do espaço… tudo. Nossa energia interage com a energia ao nosso redor.

Seu Anjo da Guarda pode ajudar você a alcançar esse nível de crescimento e conhecimento espiritual! Quer saber qual é o seu Anjo da Guarda e como ele pode proteger você no seu cotidiano?


Para se conectar com seu Anjo da Guarda e receber a sua VIDÊNCIA DOS ANJOS GRATUITA, faça agora seu cadastro:

Data de nascimento

Dados de contato

Ao clicar abaixo, eu confirmo que li a Política de Privacidade e aceito os termos legais.


Assim nossa energia positiva pode interagir positivamente com outras pessoas e com certas coisas e o mesmo pode acontecer com a energia negativa.

Quando rezamos estamos enviando certas vibrações para a malha do universo, através do mundo físico e também do mundo espiritual. Em última análise, não importa como você veja a oração, o resultado ainda é o mesmo.

Rezando para os anjos e Rezando para Deus

Outra área que temos que abordar rapidamente é a diferença entre rezar para os anjos e rezar para Deus. Normalmente, orações não respondidas costuma ser um “problema” quando as pessoas estão tentando se comunicar diretamente com Deus.

É importante lembrar que nossos anjos estão aqui também e que, algumas vezes, é melhor falar com eles do que com Deus. Os Anjos podem nos dar orientação, direção, energia espiritual e conforto. Antes de rezar, você deve considerar para quem sua oração deve ser direcionada.

Vamos ver um exemplo. Imagine que você esteja nervoso porque tem um exame se aproximando, mas você começou a se sentir doente e isso está interferindo no seu trabalho.

Seu primeiro pensamento pode ser rezar para Deus, mas da mesma forma, você pode rezar para o Arcanjo Rafael e pedir para ele derramar sobre você sua luz branca, energia de cura sobre você.

Da mesma forma, você pode querer rezar por força e, assim, pode recorrer ao Arcanjo Miguel. Lembre-se que foi Deus quem escolheu todos esses anjos. Eles não estão aqui por acidente, o que nos leva ao nosso próximo ponto: os planos de Deus.

Os planos de Deus

Quando se trata de orações não respondidas, as pessoas são rápidas em culparem a si mesmas ou a Deus, mas podem se esquecer do cenário como um todo. Deus existe além do tempo e do espaço. Ele sabe e vê tudo, mesmo as coisas que não vão acontecer por milhões de anos.

Como tal, ele tem um plano e Ele conduz o universo a fim de manter tudo em direção a esse plano. Às vezes, Ele vai enviar anjos para transmitir mensagens, outras vezes, Ele mesmo vai visitar as pessoas e outras vezes Ele causará desastres naturais ou criará milagres.

No entanto, nada acontece sem que esteja de acordo com Seus planos e isso inclui as orações (e as orações não respondidas).

Consideremos, por um instante, o impacto que mudanças aparentemente pequenas podem fazer. Vamos começar com algo simples. Imagine que você está com problemas financeiros e reza para Deus para ganhar na loteria (discutiremos orações deste tipo com mais detalhes em breve).

Ele pode ajudar você… mas o que acontece se Ele não ajudar? Talvez passar por tempos difíceis torne você uma pessoa mais forte e você se torne um empresário ou um líder espiritual ou um cientista ou professor. Aquele ganho na loteria pode ser a diferença entre o mundo ter outra pessoa notável ou não.

Orações não respondidas

Agora podemos focar no tópico geral deste artigo: as orações não respondidas. É muito provável que você tenha tido pelo menos uma oração não respondida em toda a sua vida.

Pode ter sido algo mais trivial, como uma oração para a vitória do seu time de futebol ou uma oração mais desesperada, como pela recuperação de um ente querido. Já abordamos um dos motivos pelos quais orações podem não ser respondidas, mas existem outros.

Só precisamos olhar para o Livro Sagrado em si para encontrar as respostas. Tiago 4:2-3 declara:

Cobiçais e não tendes; matais. Invejais e não podeis alcançar; litigais e fazeis guerra.

Não obtendes o que pretendeis porque não pedis a Deus.

Pedis e não recebeis, porque pedis mal, com o fim de satisfazerdes as vossas paixões.

Há dois aspectos que vale a pena mencionar: se você não pede, você não recebe. Se você está aqui procurando por informações sobre orações não respondidas, então podemos assumir que você pediu. Sendo assim, quais foram as motivações por trás de sua oração?

Motivações por trás da oração

É importante lembrar que rezar é uma forma de realização de desejo. Você não esfrega uma lâmpada antes de rezar, você não pegou um gênio mágico. Rezar é um ato profundamente espiritual e pessoal que deve demonstrar sua capacidade de superar desejos e atos egoístas.

Considere estas duas pessoas orando: uma pessoa reza por dinheiro para que possa comprar um novo carro e outra reza por dinheiro para que possa pagar as despesas médicas de um membro da família.

Como você pode ver, as motivações por trás da mesma oração podem ser vastamente diferentes e também importantes. Isso não quer dizer que você não pode rezar por coisas relacionadas apenas a você. A diferença está na motivação.

Você está rezando para si por que precisa de ajuda ou por que deseja alguma coisa? A diferença entre precisar e desejar também é importante.

Se suas orações não respondidas tinham motivações fracas, então você pode estar começando a entender porque elas não foram respondidas.

Infelizmente, interagir com o plano de Deus e motivações fracas são apenas alguns dos motivos pelos quais as orações podem não ser respondidas.

O que a Bíblia diz?

Também podemos procurar por exemplos de orações não respondidas na Bíblia para mais explicações. João 9:31 declara:

Nós sabemos que Deus não ouve os pecadores;

o que sugere que se você está rezando para Deus enquanto ignora Seus mandamentos, então ele pode escolher ignorar você. Provérbios 21:13 declara:

Aquele que fecha os ouvidos ao clamor do pobre, esse mesmo também clamará e não será ouvido.

Mais uma vez podemos ver o significado óbvio por trás desta passagem. Se você não fizer nada por aqueles que pedem sua ajuda, então por que os serem superiores deveriam ajudar você?

Estes são apenas alguns exemplos de muitos, mas eles dão a você uma ideia de alguns dos outros motivos pelos quais as orações podem não ser respondidas.

Paciência e confiança

Antes de perder a confiança, considere duas coisas: você deu à oração tempo suficiente para ela se tornar realidade? Você confia no ser para o qual está rezando (seja ele anjo, Deus ou outro ser)?

Você não pode esperar que as orações se realizem imediatamente. Considere se sua oração requer efeito imediato ou se é algo que poderia aparecer gradualmente.

Se for algo que possa acontecer com o tempo, então talvez você apenas não tenha tido paciência o suficiente. Também é importante notar que se você confia em Deus, então Ele sabe o que é melhor para você; quer você se dê conta disso ou não.

Conselhos para rezar

Terminaremos este artigo sobre orações não respondidas destacando as informações que discutimos e transformando os problemas em soluções. Sendo assim, ao rezar, o que precisamos considerar?

Primeiro de tudo, precisamos considerar para quem vamos rezar. Sua oração requer a atenção de Deus ou ela estaria melhor adequada nas mãos dos anjos? Depois de decidir isso, você precisa considerar as motivações por trás da sua oração.

Você está usando a oração como uma forma de desejo? Você está tentando conseguir algo rapidamente e sem colocar qualquer tipo de esforço nisso? Se sim, você deve reconsiderar sua abordagem.

Por fim, se suas motivações forem boas (tais como ajudar alguém ou se autoajudar de uma forma espiritual e não materialística), então você simplesmente precisa rezar.

Não espere abrir os olhos e ver a solução na sua frente. Ao invés disso, seja paciente e tenha fé de que suas orações serão atendidas. Se suas orações não forem respondidas, então confie que existem boas razões para isso.

Também é importante estar atento para os sinais que podem estar relacionados à sua oração, tal como o surgimento de um número angelical ou uma pena.

Descubra mais artigos interessantes no blog do Padre: