Blog dos anjos

1001 segredos angelicais para compartilhar

Como se concentrar melhor e de modo mais eficiente usando a meditação

como se concentrar melhor

É conhecido que existem muitos benefícios na meditação: do relaxamento da mente e do corpo à cura da alma; a meditação é realmente uma ferramenta poderosa. Um dos principais aspectos da meditação sobre o qual muitos se esquecem é a capacidade de melhorar a concentração.

Vamos explorar como se concentrar melhor e de modo mais fácil e usar a meditação para melhorar a concentração por meio de várias técnicas, bem como acompanhar você através de uma meditação para foco e concentração que você pode experimentar por si mesmo. Vamos começar descobrindo por que a meditação pode ser usada de tal maneira.

Como meditar para melhorar a concentração

Antes de abordarmos como meditar para aumentar a concentração, vamos dar uma olhada nos princípios mais básicos. O que significa focar ou se concentrar? Acredite ou não, existe, na verdade, uma diferença entre os dois. O foco é visto como o poder através do qual você está consciente de algo.

Você foca sua atenção em alguma coisa. A concentração é a capacidade de manter seu foco no lugar sem que a sua mente fique vagando por aí Dentro da meditação, ser capaz de focar e manter sua concentração são partes essenciais do processo. E, como para tudo, elas exigem prática para se atingir a perfeição.

Provavelmente você está se perguntando como se concentrar melhor por períodos mais longos de tempo durante sua prática de meditação. A verdade é que é completamente natural para nossas mentes vaguearem durante a meditação.

A chave não está tanto em manter o foco, mas em estar consciente de que sua concentração vagueou, para que você possa retornar para sua tarefa. Algumas pessoas têm sorte o suficiente para saber como se concentrar melhor sem que o foco fique à deriva, mas para a maioria de nós é mais fácil falar do que fazer.

Sendo assim, vamos ver como melhorar a concentração por meio da meditação. Seu Anjo da Guarda pode ajudar você a alcançar esse nível de crescimento e conhecimento espiritual! Quer saber qual é o seu Anjo da Guarda e como ele pode proteger você no seu cotidiano?


Para se conectar com seu Anjo da Guarda e receber a sua VIDÊNCIA DOS ANJOS GRATUITA, faça agora seu cadastro:

Data de nascimento

Dados de contato

Ao clicar abaixo, eu confirmo que li a Política de Privacidade e aceito os termos legais.


Aprendendo a concentrar com a meditação

Se nunca meditou antes, então pode querer começar com uma meditação guiada. Você não precisa ver isso como um passo para frente ou para trás, uma vez que muitas pessoas acham o uso da meditação guiada mais fácil.

Isso se deve, principalmente devido à concentração, que é porque a concentração guiada pode ser um ótimo primeiro passo. Uma vez ajustado aos aspectos necessários para focar sua concentração, você pode então se mover para sua própria meditação.

Então, vamos dar uma olhada rápida na meditação que você pode realizar para aprender a se concentrar mais efetivamente.

Meditação para concentração

Como em qualquer meditação, você quer ajustar seu ambiente para ser relaxante e livre de distrações/interrupções. Isso é ainda mais válido quando se trata de tentar melhorar sua concentração. A última coisa que você precisa é do seu telefone tocando ou do seu programa favorito de TV começando de repente.

Desligue tudo e assuma uma posição confortável. Você pode se sentar com as pernas cruzadas, sentar-se em uma cadeira, deitar-se na cama, isso realmente não importa, desde que você esteja confortável e possa permanecer nesta posição por cerca de 10 a 20 minutos.

Se estiver preocupado em adormecer na posição deitada, então definitivamente é melhor permanecer sentado com as costas retas.

Como se concentrar melhor – Simples como respirar

Agora é a parte em que você vai aprender como se concentrar melhor de uma maneira mais efetiva. A fim de aprender como se concentrar, simplesmente precisamos expandir lentamente nossa área de foco. Vamos começar com algo fácil, focando em sua respiração.

Nesta etapa, escolha uma área para focar: pode ser o subir e descer do seu peito; o movimento do seu estômago e diafragma; ou até mesmo a sensação do ar passando pelo seu nariz e boca. Observe onde cada respiração acaba e onde a respiração seguinte começa.

Essencialmente, você deseja seguir cada respiração do início ao fim, focando sua atenção em sua área escolhida. À medida que começa a sentir seu corpo e mente relaxando um pouco, você deseja expandir seu foco antes de entrar em um estado meditativo.

Você pode escolher qualquer coisa, desde que isso continue consistente pelo resto da meditação. Por exemplo, você pode escolher focar nas batidas do seu coração, na temperatura do ar no cômodo, na pressão no ponto em que seu corpo faz contato com a cadeira, a cama ou o chão. Se houver quaisquer barulhos do lado de fora, como tráfego ou pássaros, então sinta-se livre para usá-los também.

Qualquer coisa pode ser usada como uma ferramenta para ajudar você a aprender como se concentrar melhor e de modo mais efetivo.

Force o seu foco

A finalidade desse tipo de exercício não é tanto a meditação em si. Claro que isso não quer dizer que você não pode meditar uma vez que que tenha sentido que forçou o seu foco ao máximo (pelo menos para aquela sessão).

Apenas lembre-se que você está tratando seu foco e sua concentração quase como músculos. Ao treiná-los para ser capaz de gerenciar com sucesso áreas maiores, você vai descobrir que pode se concentrar de forma mais eficaz.

Da mesma forma, você pode escolher trabalhar no tempo de concentração ao invés do número de itens a focar. Por exemplo, você pode tentar meditar por uma hora ou mais, como muitos monges praticam.

O maior problema com este tipo de treinamento é que você provavelmente vai achá-lo difícil e, em geral: um pouco chato. Sua mente pode continuar vagando e mesmo que o processo como um todo fosse benéfico, muito provavelmente ele criaria uma memória negativa da meditação.

É muito mais inteligente tirar o seu tempo e trabalhar em expandir pequenos aspectos primeiro, para realmente tirar o máximo de qualquer sessão de meditação.

Descubra mais artigos interessantes no blog do Padre: